quinta-feira, abril 25, 2024
InícioAnálise TécnicaBitcoin em Queda: Análise das Razões por Trás da Correção

Bitcoin em Queda: Análise das Razões por Trás da Correção

Data

Relacionado

Criptomoedas Podem Alcançar Alta de até 350%, Indicam Analistas

O mercado de criptomoedas está se preparando para um...

Tokens DePIN Disparam e Dominam Ganhos no Top 100

No mundo das criptomoedas, o Bitcoin e o Ethereum...

Bitcoin Registra Quedas Após Halving: Análise do Mercado em 22/04/2024

O tão aguardado halving do Bitcoin aconteceu conforme previsto,...

Hashdex: Perspectivas otimistas para o Bitcoin além do recorde histórico

A Hashdex, empresa brasileira gestora de fundos de investimento...

A recente queda do Bitcoin (BTC) para US$ 63.500, marcando seu menor preço em duas semanas, trouxe à tona diversas especulações e análises sobre os fatores que contribuíram para esse declínio. Neste artigo, examinaremos os motivos por trás da correção e suas implicações no mercado de criptomoedas.

Bitcoin em Queda: Análise das Razões por Trás da Correção

Pressões Econômicas dos EUA

Uma das principais razões apontadas para a queda do Bitcoin é a situação econômica dos Estados Unidos, que ainda luta para atingir sua meta de inflação de 2% ao ano. Anteriormente, havia expectativas de uma redução na taxa de juros pelo Federal Reserve (Fed); no entanto, agora há preocupações de que a taxa permaneça entre 5,25% e 5,5% por um período prolongado. Essa incerteza em relação às políticas monetárias dos EUA gerou apreensão nos investidores, contribuindo para a instabilidade no mercado de criptomoedas.

Saídas do ETF da Grayscale e Liquidações em Massa

A correção do Bitcoin foi agravada pela significativa saída de fundos do ETF da Grayscale, atingindo um dos maiores volumes diários de retirada de sua história, totalizando 9.539 BTC. Além disso, as liquidações no mercado de futuros atingiram um total de R$ 3,3 bilhões, afetando principalmente posições compradas em Bitcoin e Ethereum. O número de traders liquidados nas últimas 24 horas foi alarmante, alcançando 240.997, com um total de liquidações chegando a US$ 655,44 milhões.

Incerteza sobre Políticas do Fed

A próxima reunião do Federal Reserve, agendada para esta quarta-feira (20), também adicionou pressão ao mercado, com investidores antecipando possíveis comentários negativos de Jerome Powell e sua equipe. A falta de clareza em relação às políticas futuras do Fed contribuiu para a volatilidade no mercado de criptomoedas.

Impacto nas Altcoins e Memecoins

Além do Bitcoin, outras criptomoedas também sofreram perdas significativas. Ethereum (ETH), apesar da recente atualização Dencun, perdeu cerca de US$ 800 na semana, sendo negociado a US$ 3.200. Projetos de memecoins como Dogwifhat (WIF) e Bonk (BONK) registraram perdas de 20% e 15%, respectivamente, enquanto outras altcoins como Jupiter (JUP), Worldcoin (WLD) e Solana (SOL) também experimentaram quedas acentuadas.

Conclusão e Perspectivas Futuras

A queda do Bitcoin, embora exacerbada por fatores econômicos e eventos específicos do mercado, reflete a natureza volátil e especulativa das criptomoedas. A próxima reunião do Federal Reserve e a evolução do fluxo dos ETFs serão elementos-chave a serem monitorados pelos investidores. Apesar da correção atual, muitos permanecem otimistas em relação à tendência de alta de longo prazo do Bitcoin e do mercado de criptomoedas como um todo. Resta agora observar atentamente os gráficos em busca de sinais de suporte e possíveis oportunidades de entrada.

O último

Relacionado

Criptomoedas Podem Alcançar Alta de até 350%, Indicam Analistas

O mercado de criptomoedas está se preparando para um...

Tokens DePIN Disparam e Dominam Ganhos no Top 100

No mundo das criptomoedas, o Bitcoin e o Ethereum...

Bitcoin Registra Quedas Após Halving: Análise do Mercado em 22/04/2024

O tão aguardado halving do Bitcoin aconteceu conforme previsto,...

Hashdex: Perspectivas otimistas para o Bitcoin além do recorde histórico

A Hashdex, empresa brasileira gestora de fundos de investimento...