sábado, abril 13, 2024
InícioEthereumProblemas na Rede Blast Após Atualização Decun do Ethereum

Problemas na Rede Blast Após Atualização Decun do Ethereum

Data

Relacionado

BlackRock Introduz Liquidação em Criptomoeda para seu Fundo Tokenizado

A BlackRock, gigante da gestão de ativos financeiros, está...

Ex-Conselheiro do Ethereum Processa Governo dos EUA por Prisão Injusta

Steven Nerayoff, um ex-conselheiro proeminente da rede Ethereum, entrou...

EigenLayer: Novo Protocolo de Restaking Chega à Rede Principal Ethereum

O tão aguardado protocolo de restaking EigenLayer foi oficialmente...

Emissores de ETFs de Ethereum Expressam Dúvidas sobre Aprovação da SEC

Na última terça-feira, importantes emissores de fundos negociados em...

Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum em Foco

Nesta terça-feira (9), o mercado de criptomoedas está operando...

Após a implementação da tão esperada atualização Dencun do Ethereum, a Rede Blast enfrentou contratempos significativos, interrompendo temporariamente a produção de blocos. A equipe da Blast confirmou a interrupção por meio das redes sociais, aproximadamente uma hora após a falha na produção do último bloco.

Problemas na Rede Blast Após Atualização Decun do Ethereum

Desafios Pós-Atualização

Embora a atualização Dencun tenha sido celebrada como um dos maiores avanços na história da rede Ethereum, problemas surgiram pouco tempo após seu lançamento, por volta das 10h, conforme relatado pelo Blast Scan. A atualização, que introduziu uma “camada 2 com rendimento nativo”, inicialmente exigiu depósitos para uma carteira multisig, resultando em um total de US$ 2,3 bilhões em depósitos antes que a camada 2 fosse operacionalizada.

Posicionamento Atual da Rede Blast

Apesar dos obstáculos técnicos enfrentados após a atualização, a Rede Blast mantém uma posição significativa no mercado, com mais de US$ 2,91 bilhões em depósitos. Entretanto, é importante observar que a Blast ainda é um rollup em desenvolvimento, com atividade limitada em seu protocolo.

Blast: Uma Rede de Layer 2 em Desenvolvimento

O Blast opera como uma rede de layer 2, semelhante a outras, como Arbitrum e Optimism, com foco no processamento de transações de baixo custo. Apesar de ocupar a terceira posição em valor total bloqueado (TVL), com mais de US$ 2,91 bilhões depositados, o equivalente a 7% de participação de mercado entre todas as redes de layer 2, a Blast ainda está em desenvolvimento, com baixa atividade em seu protocolo – menos de 3 transações por segundo, em comparação com os 14 TPS do Ethereum.

Desafios e Alertas

A l2beat, uma plataforma de análise, ressalta preocupações com o nível de centralização do projeto e o controle exercido pela equipe de desenvolvimento sobre a rede. Além disso, aponta para as possibilidades de censura e manipulação inerentes a esse modelo.

Apesar dos percalços enfrentados após a atualização, a Rede Blast continua a ser uma peça importante no ecossistema do Ethereum, destacando a necessidade contínua de aprimoramentos e monitoramento cuidadoso para garantir sua estabilidade e eficiência no futuro.

O último

Relacionado

BlackRock Introduz Liquidação em Criptomoeda para seu Fundo Tokenizado

A BlackRock, gigante da gestão de ativos financeiros, está...

Ex-Conselheiro do Ethereum Processa Governo dos EUA por Prisão Injusta

Steven Nerayoff, um ex-conselheiro proeminente da rede Ethereum, entrou...

EigenLayer: Novo Protocolo de Restaking Chega à Rede Principal Ethereum

O tão aguardado protocolo de restaking EigenLayer foi oficialmente...

Emissores de ETFs de Ethereum Expressam Dúvidas sobre Aprovação da SEC

Na última terça-feira, importantes emissores de fundos negociados em...

Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum em Foco

Nesta terça-feira (9), o mercado de criptomoedas está operando...